Egídio Serpa: São Francisco pronto é "fake"