Vaivém: “Águas chegam em agosto”