Gestão Ambiental: Mais seco e mais quente