Egídio Serpa: Troyjo: ajuda virá da China