Egídio Serpa: os com nada e os com tudo