Capital estrangeiro limitado é obstáculo para as aéreas

Segundo o presidente da Anac, mais empresas aéreas têm interesse de operar no Brasil, caso haja abertura de capital