Basta encostar o smartphone para pagar

Pagamentos por aproximação se popularizam fora das carteiras, mas a aceitação ainda é pouca