Aumenta proporção de cearenses vivendo em pobreza extrema

Indicador da diminuição da qualidade de vida, a parcela de cearenses que vivem com menos de R$ 85 cresceu no ano passado, tornando o Estado o 6º do Nordeste e o 8º do País com pessoas vivendo nessas condições