Acordo permite conexão com a Ásia