Presidente catalão pede mobilização separatista