Tribunal japonês nega pedido de liberdade para Carlos Ghosn

A Renault optou por manter sua confiança em Carlos Ghosn, enquanto a Nissan e a Mitsubishi Motors rapidamente o retiraram da presidência do conselho