Maduro cogita aceitar ajuda do FBI para investigar 'atentado'

Segundo o presidente da Venezuela, na Flórida há "células terroristas" que dirigiram a detonação de drones com explosivos