Inocentado, Platini diz que voltará ao futebol: 'Chegou ao fim o pesadelo'

Na sexta-feira (25), o Ministério Público Suíço disse não haver provas que incriminem Platini; Apesar de ser declarado inocente, a Fifa não retirou a punição de quatro anos ao dirigente