Funcionário do Senado francês é detido acusado de atuar como espião para a Coreia do Norte

O homem é suspeito de ter reunido e repassado para o regime de Kim Jong-un informações que poderiam ameaçar os interesses franceses