Ex-vice-presidente argentino é solto, mas segue investigado por corrupção

Amado Boudou estava preso desde o início de novembro sob acusação de lavagem de dinheiro e associação ilícita