Ex-presidente do Fortaleza relata pânico sofrido pelos filhos em escola na Flórida

Luis Eduardo Girão se dirigia à Marjory Stoneman Douglas quando soube que pessoas haviam sido mortas e feridas após disparos de um ex-aluno