Escassez de gasolina, estradas bloqueadas e protestos estudantis na França

Empresas de transporte rodoviário de carga estimaram na segunda-feira que sofreram prejuízos de 400 milhões de euros desde o início das manifestações