Começa julgamento de enfermeiro alemão acusado de matar 100 pacientes

Niels Högel, de 41 anos, já cumpre pena de prisão perpétua