Após ataque, EUA dizem que próximos passos dependem da Síria e da Rússia

Governo americano afirmou que o objetivo do país é 'derrotar o Estado Islâmico' e que não possui intenção de envolvimento na guerra civil da Síria