Governo italiano decreta estado de emergência

Número de mortos subiu para 39, enquanto Roma ameaça revogar o contrato da empresa que administra rodovia