Poesias e narrativas urbanas ganham as ruas de Fortaleza

Espalhados em muros, postes, lixeiras e outros objetos, fragmentos incentivam uma pausa no dia a dia para pensar