Paralisação de médicos não altera funcionamento nos postos de saúde na Capital

Por unanimidade, os médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e odontólogos decidiram parar mais uma vez, em 17 e 18 de setembro