Fortaleza teve 42 ônibus destruídos nos ataques criminosos de janeiro

Não há como repor a frota neste momento, segundo o gerente de operações do Sindiônibus