Fortaleza reduz em 48,4% percentual de fumantes passivos

Estudo do Ministério da Saúde também verificou recuo na frequência entre os fumantes passivos no domicilio