Eduardo Bolsonaro visita policiais acusados por chacina na Messejana

Deputado federal pelo PSC (RJ) questionou a consistência das denúncias contra os policiais e declarou que eles foram "presos por trabalhar''