Escolha do médico deve ser criteriosa

O segmento da cirurgia plástica injeta, anualmente, em clínicas e hospitais, aproximadamente R$ 4 bilhões, além de crescer 10% ao ano