Comunicado: os números não ajudam