Comunicado: A violência na mira