Ato em Fortaleza reivindica direitos