Tom Barros: Leão a um passo do centenário