STJD está de olho em desabafos contra atuações da arbitragem nas redes sociais

O órgão vem analisando os comentários publicados nas contas pessoais no Facebook, Instagram e Twitter nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro e pode denunciar os reclamões