CBF arrecadou 14% a menos com patrocínios em 2017, um ano antes da Copa do Mundo na Rússia

A maior parte dos contratos da CBF é atrelada ao dólar, que despencou 19% no mesmo período