Acusado de corrupção, sul-africano tenta vaga na Fifa

Investigado por pagar R$ 41 milhões em propina, Danny Jordaan buscar ser o representante da CAF na entidade