Tom Barros: uma vitória, Vozão!