Tom Barros: Incontestável vantagem