Baião Ilustrado

Por Clarice Lin_chan

Desde o final de 2009, ocorre em Fortaleza o Baião Ilustrado. Evento mensal que reúne diversas ilustradores, designers, publicitários e artistas em geral para um descontraído bate-papo numa mesa de bar, onde há a oportunidade de se trocar experiências e reencontrar amigos. Um evento no mínimo curioso, o seu principal diferencial está na produção realizada na hora, onde as próprias conversas servem de inspiração para os desenhos. Sorteios, brindes, premiações e homenagens também fazem parte da programação de cada encontro.

O Baião Ilustrado ocorre sempre na última terça-feira de cada mês, às 19h30min, no Dom Caixote Bar (antigo Bar do Arlindo), na Rua Joaquim Nabuco, 2260 . O próximo encontro está marcado para o dia 30. Desde a primeira edição, realizada em novembro de 2009, o Baião Ilustrado teve a participação ativa de artistas e de todos aqueles que admiram a arte do desenho. Segundo o idealizador, Wendel Alves, a intenção do ¨base coletivo¨ é tornar o encontro referência no mundo da ilustração.

De onde surgiu a idéia de fazer este evento?

Surgiu quando eu e o Thyago (Cabral) visitamos nosso evento-irmão que acontece em Sampa, que já reunia ilustradores por lá num restaurante chamado "O Sujinho", mas que de sujinho não tem nada, e chamavam de Bistecão Ilustrado devido ao prato principal servido na casa. Gostamos tanto da idéia que pensamos: ¨'puxa, porque não fazer um aqui no Ceará? Temos tantos talentos que ficam em suas casas e não se sociabilizam por não existir um espaço que festeje o ato de ilustrar, desenhar, rabiscar'. E foi assim que começou.

Então foi dessa forma que surgiu a inspiração para o nome “Baião Ilustrado”?

Queríamos regionalizar, marcar algo que é do Nordeste e não que fosse simplesmente algum prato principal do restaurante onde faríamos o primeiro encontro (Bar do Arlindo)!

Quem será o homenageado deste mês?

Não queríamos homenageá-lo nessas condições, mas achamos que tínhamos esse dever moral. Uma espécie de reconhecimento póstumo, portanto, celebraremos todo o talento que representou o cartunista Glauco e enviaremos para sua família o resultado do nosso reconhecimento através de um poster gigante!

O que uma pessoa tem que fazer para ir a um Baião Ilustrado? Tem alguma taxa? Pagamento? 

É totalmente free, até onde nossos bolsos conseguirem manter (risos). Estamos sempre nos esforçando para que o evento seja na faixa. Para isso, temos patrocinadores, nossos mecenas que incentivam as artes e este evento cultural. Para ir ao Baião é preciso apenas ter uma vontade enorme de compartilhar sua arte, de ver a produção do outro, de querer conhecer pessoas novas ou rever as que já vão desde a primeira vez, nós já estamos na quarta edição.

Coluna Estacão J-music
Versailles do Japão para o mundo

Por João Tanaka Neto


Aqui nesse espaço já falamos um pouco sobre o que seria o Visual Kei. Pois bem, agora imaginemos uma banda formada por ex-integrantes de grupos que que seguiam, ou seguem, este estilo. Assim surgiu a Versailles! Em março de 2007 a banda começava a se formar com Yuuji Kamijo (ex-Lareine), Hizaki (ex-Sulfuric Acid), Jasmine You (ex-Jyakura), Teru (ex-Aikaryu) e Yuki (ex-Sugar Trip). Então, Kamijo e Haziki desenvolveram o que seria o conceito da banda: "a beleza absoluta da forma do som e os extremos da estética". E, através de uma divulgação massiva em espaços como Internet, Myspace e entrevistas televisivas eles se mostravam determinados a alavancar uma carreira de sucesso.

A partir desse ponto, Versailles teve a oportunidade de assinar um contrato com o selo alemão CLJ Records e gravar seu primeiro disco, Lyrical Sympathy, lançado tanto no Japão quanto na Europa. Em 2008, novas oportunidades foram surgindo para a banda que, pela primeira vez, chegava à América lotando o Project A-Kon e o Knitting Factory. Em julho, seu primeiro álbum (Noble), era lançado. Aproveitando-se do bom momento, Kamijo e Hizaki também lançaram uma linha de roupas bem ao estilo da banda e com o mesmo nome do seu mais recente single, "Prince e Princess". As roupas lançadas por eles se tornaram objetos de desejo de fãs por todo o mundo.

Mas o ano de 2009 foi trágico e sem muitas novidades para a banda, já que o integrante Jasmine You,  faleceu. Ainda assim a Versailles encerrou o ano com o lançamento de dois DVDS, "Chateau de Versailles" e "History Of Other Side". Para 2010, a banda promete muitas surpresas. Uma toda especial para os fãs brasileiros, já que acabam de anunciar um "tour" pela América e, possivelmente, teremos um show no Brasil, em junho. Aos fãs: fiquem ligados aqui para mais notícias da banda e sua turnê na América.

Coluna Otaku no Video
Animes versão Live Action

Por João Tanaka Neto


Hoje em dia se fala muito em adaptações japonesas de animes para as telonas. Produções com atores reais que impressionam e agradam aos fãs e curiosos. Dentre as adaptações mais populares podemos mencionar os filmes baseados no anime e mangá "Death Note" ("Death Note: The Last Name" e "L: Change the World") que seguem roteiro original e agradaram aos fãs mais exigentes. Outros animes bem reproduzidos para o cinema, mas que não se tornaram tão populares são os filmes "Shinobi" e "Racha", adaptados, respectivamente, dos animes "Basilisk" e "Initial D". No entanto, quem tiver a oportunidade, vale a pena assisti-los já que ambos sintetizam bem as suas respectivas séries.

Bem, pelo menos as versões japonesas de seus animes e jogos de video game tem sido assim. Infelizmente o mesmo não pode ser dito das versões hollywoodianas. Quem não lembra da adaptação de "Street Fighter" e "Double Dragon"? E das recentes adaptações de "Speed Racer" e "Dragon Ball"? A verdade é que até então as adaptações norte-americanas de obras orientais não têm agradado aos fãs, talvez por alterar exageradamente os personagens e os cenários, ou mesmo os roteiros.

E os fãs já voltam a se preocupar. Há notícias de que a poderosa Warner, que já tem em mãos os direitos de "Akira" e "Ninja Scroll", está negociando uma adaptação do mangá "Bleach". Vale lembrar que o criador da obra, Tite Kubo, quando perguntado sobre essa possibilidade afirmou que não cederia os direitos para usar a série para tal fim, uma vez que não imaginava a série sendo explorada dessa forma. Os fãs ficam na torcida pelo bom resultado destas negociações, para o sim ou para o não.

Coluna Asia Pop
A Ásia em Hollywood

Por Diana Vasconcelos


Quem assistiu à super produção hollywoodiana "G.I.Joe"? Eu assisti! E tive uma belíssima surpresa. O ninja branco, vilão da história, é um dos mais prestigiados atores sul-coreanos de k-dramas e cinema asiáticos. Aos 39 anos, Lee Byung Hun, finalmente teve sua estréia ocidental e fez bonito! Apesar de não ter a chance de mostrar seu talento para interpretação, devido às repetitivas cenas de ação, o carisma dele ficou e agradou!
O galã sul-coreano já atuou em mais de 23 k-dramas e 17 filmes. Em sua maioria romances e dramas... O cara pode ser considerado baixinho, mesmo tendo 1,78m de altura. É que, para o padrão de beleza adotado pelas mulheres sul-coreanas,  um galã tem que ser bem mais alto. Sim, ao contrário das japonesas, elas adoram homens grandes e musculosos! Mas o que falta em altura, Lee Byung Hun compensou em talento.

Alguns dos dramas do ator, como All in (SBS, 2003) e Beautiful Days (SBS, 2001), ainda arrastam legiões de fãs ao seu encontro onde quer que vá e são recordistas de audiência. Mas, é preciso ressaltar que só recentemente a Coréia do Sul tem ousado um pouco mais em seus roteiros, abordando temas polêmicos como HIV e mães solteiras. Assunto que, à época dos dramas já citados, eram impensáveis em uma Tv aberta. Por este motivo, caros leitores, se forem assistir aos k-dramas anteriores a 2006, devem se preparar para o velho e bom triângulo amoroso ou o drama da mocinha que sofre de câncer.

Lee Byung Hun não é o único ator asiático que vem se destacando no cinema mundial, outros já citados em nossa coluna anteriormente e muitos outros, como Jung ji Hoon (Bi Rain), que atuou em Speed Racer e protagoniza o Ninja Assassino, vêm ganhando espaço. Aos poucos vamos apresentar todos eles para vocês. Até mais!

GUIA OTAKU CEARENSE

Abril promete para os cinéfilos! Além de Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton (23), o Homem de Ferro 2 (30) e a Caça às Bruxas (09) estãos endo muito esperados. No cenário do cinema nacional, chega também o filme inspirado na vida e obra de Chico Xavier (02).

A atriz Marília Gabriela também faz visita à terrinha interpretando a senhora Macbeth, no Teatro Celina Queiroz, na Unifor, dos dias 13 a 15 de abril.

E dia 13 também é aniversário da cidade de Fortaleza, agora é aguardar para saber como mais este aniversário será comemorado...