Morre o escritor alemão Buchheim, autor de 'O Barco'

Ler

O escritor alemão Lothar-Günther Buchheim, autor do best-seller "O Barco", que deu origem ao filme homônimo de Wolfgang Petersen morreu nesta sexta-feira (23), aos 89 anos, de parada cardíaca.

Filho de um pintor, sendo ele mesmo artista e colecionador de arte, Buchheim mantinha em sua casa, no sul da Alemanha, um notável acervo de pinturas expressionistas de autores como Emil Nolde e Max Pechstein, que comprou às escondidas durante a vigência do regime nazista - os expressionistas, na época de Hitler, foram banidos das coleções públicas e acusados de produzir "arte degenerada" pelo Reich.

Buchheim, que escreveu muitos livros históricos, além de ficção, conta, em "O Barco", publicado em 1973, a história da tripulação de um submarino acossado por barcos inimigos.

A mensagem pacifista de sua obra deve-se sobretudo à experiência pessoal do autor, que trabalhou como repórter da Marinha na 2ª Guerra.