Líricas em ponto de bala

Divulgação
Enquanto esperam pelo próximo trabalho de um dos mais inspirados cantores e compositores da geração 90, os fãs de Zeca Baleiro podem se deliciar com o show ´Líricas´, resultado da gravação da turnê de 2000 e só agora lançado em DVD. Na apresentação, Baleiro, Tuco Marcondes, Rogério Delayon e Lui Coimbra recriam de modo acústico - mas não tão óbvio - as belas canções do maranhense

O velho novo, de novo. Afinal, se os capítulos I, II e III de Star Wars podem ser lançados décadas depois dos IV, V e VI, por que não admitir que a gravação deste show da turnê ´Líricas´ só agora chegue ao público via DVD. Esquecendo os ditames factuais, vale voltar a este belo capítulo na carreira de Zeca Baleiro, um dos responsáveis pelo arejamento da tal MPB a partir de meados dos anos 90 - ainda que ele se apresse a renegar sua inserção nessa sigla, como faz questão de destacar na entrevista que está entre os extras do DVD.

No formato, trata-se do terceiro lançamento do cantor e compositor maranhense, que já teve registrados seus shows em parceria com Raimundo Fagner, além das apresentações da turnê ´Pet shop mundo cão´. Lançado em parceria entre a MZA, de Marco Mazolla, e a Universal, o DVD ´Líricas´ deverá ser sucedido por outros, registrando os shows anteriores de Baleiro, completando deste modo uma discografia em CD e DVD.

À primeira vista, o show é mais um a explorar a fórmula já mais do que gasta dos acústicos que vêm levantando a moral (e as vendas, entenda-se) de tantas bandas e artistas, desde que a MTV transformou o projeto - artisticamente original e interessante, não fosse o cansaço pela descarada repetição - em uma fórmula para gerar dinheiro em diversas frentes. O ´acústico´ de Zeca, porém, prescinde da chancela da emissora, tendo surgido a partir do disco ´Líricas´ de 2000. ´Depois da turnê de ´Vô Imbolá´, eu queria fazer um disco diferente, com outra sonoridade, falando outras coisas, com o formato mais básico da canção´, diz o compositor, na citada entrevista.

Outra diferença é quanto ao repertório, que passa, claro, pelos sucessos amealhados por Baleiro até então, mas se reveste de músicas então inéditas, mostrando, de fato, uma face mais poética e melancólica do artista. É o que explicitam canções como ´Bandeira´, ´Minha casa´ e ´Nalgum lugar´, esta composta sobre poema de Cummings. A voz de Baleiro, entre lamento e resignação, acrescenta cores a mais às melodias. Por um momento, é difícil acreditar que se trata do mesmo autor da verve irônica e aguda de ´Bienal´, ´Samba do approach´ e ´Heavy metal do senhor´, todas incluídas no show, com arranjos modificados, mas nem sempre distantes dos originais.

O lado mais pop de Baleiro também está presente, com ´Lenha´ e ´Quase nada´, mas com destaque maior para ´Comigo´, em que os violões de Baleiro, Tuco Marcondes e Rogério Delayon casam perfeitamente entre si e com o cello de Lui Coimbra. O grupo procura acrescentar outros instrumentos de cordas e até Baleiro vez em quando se arrisca no baixo acústico, como em ´Banguela´ e ´Meu amor, meu bem, me ame´.

Entre os covers do show, a ´Filosofia´ de Paulinho da Viola abre a apresentação, a ´TV a cabo´ do pernambucano Otto ganha uma versão quase autoral e ´Proibida pra mim´, do Charlie Brown Jr., aparece na conhecida versão mais lenta com que ganhou as rádios, também através de Baleiro. Há ainda surpresas como um soneto erótico e o medley ´One more cup of coffee / Flor da pele / Vapor barato´ - com estas duas últimas, Baleiro foi recebido pelo ´mainstream´, com a participação no Acústico de Gal Costa. Do primeiro disco, ele acerta ao incluir ´Dodói´, ´Stephen Fry´ e o ´Heavy metal do senhor´.

Além da habitual entrevista, o DVD traz como extras depoimentos dos músicos, momentos a la ´making-of´ e alguns flagrantes de momentos engraçados e curiosos durante a gravação. Enquanto não pintam os novos projetos - o esperado disco com poemas de Hilda Hilst musicados e um próximo trabalho de inéditas - ´Líricas´ vale por fotografar o maranhense em uma de suas melhores fases. Em ponto de bala.

SERVIÇO: ´Líricas´. DVD registrando a turnê 2000/2001 de Zeca Baleiro. Lançamento: MZA/Universal. Preço médio: R$ 50,00.