Em um futuro não tão distante

Depois de algumas sessões especiais, "Centopeia", a primeira ficção científica cearense, entra em cartaz, hoje, no Cine São Luiz

Enquanto "Área Q", filme com elementos de ficção filmado em Quixadá e Quixeramobim, não chega aos cinemas brasileiros, o público fã do gênero pode conferir na tela grande uma outra produção nacional, mais precisamente cearense, com temática semelhante. Entra em cartaz no Cine São Luiz, a partir de hoje, "Centopeia´, filme dirigido por Daniel Abreu, que também teve locações na cidade de Quixeramobim.

O filme é narrado sob o ponto de vista de dois personagens, um fazendeiro e uma astronauta, que têm suas vidas ligadas de alguma forma. O ano é 2056 e a vida na Terra corre risco de extinção graças a um objeto não-identificado que está em rota de colisão com o planeta. A trama também cria um cenário de isolamento e envolve mudanças climáticas que alteraram o modo de vida das pessoas.

Filmado, segundo os produtores, com parcos R$ 300,00, "Centopeia" usa elementos da ficção científica para construir um drama filosófico-existencial e fugir de uma estética proposta pelo cinema hollywoodiano. Produzido ao longo de quatro anos (entre 2005 e 2008), o filme traz efeitos especiais criados em computador e outros improvisados pela equipe, maquiagem, figurinos e direção de arte.

Já exibido em Fortaleza, em uma sessão realizada em julho de 2008, "Centopeia" entra, agora, no circuito em duas sessões (13 horas e 18h20) e promete mostrar uma faceta ainda pouco explorada do cinema produzido no Estado. Permeado de simbologias e referências bíblicas, colocando em debates temas como morte e finitude, "Centopeia" explora temas inéditos no cinema cearense. (FF)

MAIS INFORMAÇÕES:
"Centopeia", primeira ficção científica cearense, produzida entre 2005 e 2008, com direção de Daniel Abreu e roteiro de Daniel Abreu e Camile Queiroz. Elenco: Camilo Vidal, Jeanne Feijão, Camile Queiroz, Brunno de Castro, Daniel Abreu, . Estreia, hoje, no Centro Cultural SESC Luiz Severiano Ribeiro, o Cine São Luiz, com sessões às 13h e 18h20. 82 minutos. Classificação etária: 12 anos.