Dicas de Concursos: apenas dê o primeiro passo

Um tempo atrás, conversava com uma amiga que já passou em um concurso e que trabalha hoje em um tribunal onde muitas pessoas desejam estar. Durante nossa conversa, ela me confidenciou uma coisa: não quer mais trabalhar lá. Quer mais: passar em um cargo melhor, que pague mais, que tenha uma carreira mais promissora. Só que tem um problema, ela não consegue voltar a estudar.

Esta é a realidade de muitas pessoas que já passaram em um concurso mas não estão felizes onde trabalham. Eles já passaram, sabem como passar, sabem o que precisam fazer mas não conseguem.

Costumo dizer que a caminhada rumo à aprovação em um concurso está assentada em dois pilares: motivação e estudo. O cara que deseja passar e só pensa em estudar chega uma hora que desiste, pois não cuidou da motivação. Já o cara supermotivado, mas que não estuda, jamais passará.

Quem já passou em um concurso e assumiu o cargo acaba vivendo o momento da realização. Inicialmente, o que ele deseja é trabalhar, ganhar o dinheiro, curtir a vida, mostrar para todos que conquistou o objetivo que queria. Só que com o tempo, a rotina começa a apagar a emoção do início e aquele que foi um dia o motivo de muita felicidade e emoção perde lugar para o cansaço e insatisfação com o cargo. Se não se sente mais feliz no lugar onde está, então chegou a hora de mudar!

A primeira coisa que você precisa é reconhecer que deseja mudar. É preciso decidir isso antes de começar a caminhar em direção ao novo projeto. Uma vez decidido que vai estudar para outro concurso, você precisará de outro ingrediente, um pouco mais difícil para quem já passou uma vez: humildade.

Ter humildade aqui significa aceitar que o fato de ter passado uma vez não é garantia de que passará outra vez. Se você precisava de cursinho para estudar, então faça cursinho novamente. Se você dormia menos, terá que voltar a dormir menos. Se você deixou de ir para a balada, terá que fazer tudo de novo. A humildade exige de você a mesma postura que teve quando passou.

A primeira dica é motivacional. A pergunta que você deve se fazer é: você está feliz aí? Você se sente realizado neste cargo? Uma vez entendida que sua situação atual não te preenche, utilize essa mesma situação para mudar.

Motivado, chegou a hora de voltar aos estudos. Aqui temos outro desafio. Sugiro que você volte a estudar aos poucos. Em vez de montar um plano de estudos de 12 horas por dia, monte um com uma hora por dia. Comece aos poucos até o seu corpo ir pegando o ritmo novamente. Então, agora é com você. Apenas dê o primeiro passo, e seja feliz!

Daniel Sena é professor de direito constitucional e especialista em concursos públicos