Infantil

Sustos e diversão

01:04 · 19.02.2010
( )
Sucesso na TV e no cinema, "A Família Addams" volta aos palcos cearenses depois de 10 anos. Com elenco renovado, a Comédia Cearense reestreia o infantil neste domingo

Clássico escrito nos anos 30 por Charles Addams, "A família Addams" ganhou uma adaptação local feita pelo tradicional grupo de teatro Comédia Cearense e reestreia nesse domingo, no Teatro Arena Aldeota. Inspirados pelo primeiro filme homônimo (1991), Hiroldo Serra e Itauana Ceribelli adaptaram a história para os palcos e deram um toque a mais de humor cearense em histórias novas vividas pela assustadora e divertida família.

O espetáculo infantil que abre a temporada do grupo em 2010 será o primeiro de uma série de produções da Comédia Cearense (que completam 10 anos) reapresentadas com novos atores, novos figurinos etc. "A ideia é resgatar espetáculos que fizeram sucesso há 10 anos. O próximo será ´Peter Pan contra o Capitão Gancho´", comenta o diretor e ator Hiroldo Serra, destacando que, apesar das mudanças na produção e elenco, os textos continuam os mesmos.

Com relação à Família Addams, a composição dos personagens é fiel ao filme. "Eles são estranhos e ao mesmo tempo amáveis, pálidos, gostam de experiências perigosas e isso traz uma novidade para o teatro infantil local. Com ´A Família Addams´ estamos fugindo do comum, dos contos de fadas e clássicos que geralmente são apresentados em peças", ressalta Hiroldo.

O texto recebeu até cenas de obras de Shakespeare, como "Romeu e Julieta", "Hamlet" e "Macbeth". "Wandinha e Feioso gostam de brincar de teatro e aproveitam as obras de Shakespeare. Principalmente, as cenas mais dramáticas, como a morte de Romeu e Julieta, de Hamlet e o duelo de espadas de ´Macbeth´ até todos morrerem também", diz o diretor, que interpreta Gomes.

O elenco também conta com Natali Lima (Morticia), Lia Serra (Vandinha), Paulo Felipe (Feioso), Kélvia Piragibe (Vóvó), Lunardo Martins (Tropeço), Alysson Braga (Funério) e Lúcio Leonn (Amado Amável).

Em família

Com 53 anos de carreira ininterrupta, o segredo da longevidade da Comédia Cearense está exatamente no sentido de família. "Como nós somos uma companhia familiar, a gente consegue realizar muitos espetáculos sem patrocínios ou editais. Eu já tenho facilidade com cenários, iluminação, sonoplastia, direção. Minha mãe (Iramisa Serra) faz os figurinos. Minha sobrinha e minha esposa também são atrizes e isso facilita. Além disso contamos com a parceria do Teatro Arena Aldeota", diz Hiroldo, destacando a necessidade de trabalhar na formação de plateias.

Segundo ele, as crianças de hoje são os adultos que formarão o público teatral de amanhã. Por isso, ele conta que a Comédia Cearense também investe em teatro nas escolas e em cursos de teatro. Aliás, o ator Paulo Felipe, que interpreta o Feioso, é fruto de um dos cursos da Casa de Comédia.

Enredo

Dividido em duas histórias, o espetáculo começa com a busca de uma namorada para Tropeço por meio da Internet. É a Vovó quem se responsabiliza por toda a empreitada. Já na segunda parte, a Família Addams recebe a visita das irmãs gêmeas Fauna e Flora para o aniversário de Vandinha. Um de seus presentes é passar o dia com o ídolo Amado Amável. Mas, ela se decepciona com o artista que mostra sua verdadeira face.

"O espetáculo conta com diversas lições para as crianças. Mas, cabe aos pais conversarem depois do espetáculo com os filhos e utilizar cenas da peça como referência para ensinar algo. O público infantil é muito curioso e quanto mais o adulto esmiuça a história, mas ele compreende e guarda o que viu no palco", comenta Hiroldo.

O certo é que muitas confusões, experiências químicas e brincadeiras estranhas vão garantir a diversão da garotada!

MAIS INFORMAÇÕES

"A família Addams". Em cartaz todos os domingos de fevereiro, março e abril, às 17h, no Teatro Arena Aldeota (Rua Silva Paulet - esquina com a rua João Carvalho). Ingressos: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia). Telefone: 3242.8045.



IZAKELINE RIBEIRO
REPÓRTER


© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.