Show

Outro esquema

Depois do lançamento do DVD "Mangue Bit Ao Vivo", a banda Mundo Livre S/A volta a Fortaleza para um show com formato mais intimista

A Mundo Livre S/A traz uma nova roupagem dos principais sucessos da banda ( Foto: Felipe Martins )
00:00 · 21.04.2017 por Ana Lídia Coutinho - Especial para o Zoeira

Em uma junção de ritmos como funk, rock, maracatu, música e eletrônica, a banda pernambucana Mundo Livre S/A se apresenta em Fortaleza no próximo sábado, 22, trazendo um repertório que abrange os principais sucessos dos mais de 30 anos de carreira do grupo. O show é uma continuação da turnê do DVD "Mangue Bit Ao Vivo", gravado em São Paulo em 2016.

Diferente do ano passado, quando a banda se apresentou na capital no palco do Maloca Dragão, o show terá um caráter mais intimista, devendo aproximar ainda mais os fãs fortalezenses dos músicos. A performance da banda acontecerá no palco do Let's Go Bar. "Fortaleza vem sendo um local no qual sabemos ter um público fiel", comentou Fred Zeroquatro, vocalista e guitarrista da banda.

A apresentação vai trazer novas versões de músicas mais antigas, como "Meu Esquema" e "Mexe Mexe", com arranjos cheios de groove, que devem deixar o show mais animado e dançante. O setlist inclui, ainda, a inédita "Loló Luiza", lançada durante a gravação do Mangue Bit.

"Até mesmo músicas mais novas ganham versões com um registro mais atualizado, para não ser apenas uma reprodução das gravações originais", explicou Fred.

Novo álbum

O vocalista contou, também, que a banda está em um processo de transição. Atualmente, a banda trabalha na pré-produção de um novo álbum, processo previsto para ser finalizado em 2017.

"Estamos com várias faixas já compostas e algumas canções no processo de finalização de letras", explica. A expectativa, é que a Mundo Livre S/A consiga gravar um novo single ou EP ainda este ano.

Formação

Durante a longa trajetória da banda, houve mudanças de integrantes. Fred Zeroquatro comenta que as interações com outros músicos agrega novas experiências e conhecimentos à banda, trazendo possibilidades de diferentes performances no palco e novas roupagens às canções antigas de álbuns anteriores. "Para a gente que já está há muito tempo na estrada, é bacana interagir".

No sábado, a formação da banda fica por conta de Fred Zeroquatro na voz, violão, guitarra e cavaquinho; Xef Tony na bateria; Leo D. Nos teclados e samplers; Pedro Santana na (percussão); e Pedro Vinícius, no baixo, em substituição a Walter Areia.

Fique por dentro

Sobre a banda

Mundo Livre S/A é uma banda independente que surgiu em 1984, no bairro de Candeias, em Recife, Pernambuco, quando Fred Zeroquatro reuniu seu irmão Fábio (baixo) e mais os amigos Neguinho e Havron para reinventar o estilo punk rock, inserindo elementos como a guitarra baiana, resultando em um som brasileiro diferenciado.

Em 1990, o grupo conheceu Chico Science e Loustal, e foi dessa união que surgia o Movimento Mangue Bit, que tinha como objetivo trazer elementos da cultura pernambucana para o mundo digital.

Com este conceito em mente, Fred Zeroquatro redigiu, junto com Renato L. E Chico Science, o manifesto "Caranguejos Com Cérebro", publicado dentro do encarte do CD "Da Lama Ao Caos", resultado da parceria entre Chico Science & Nação Zumbi.

Os trabalhos produzidos com a influência do movimento utilizava o som do maracatu como base sonora, misturada com batidas eletrônicas e referências da música pop nacional e estrangeira. A internet começa a facilitar uma troca de ideias, que eram combinadas aos estilos musicais brasileiros mais tradicionais

Com sete álbuns na discografia, a Mundo Livre S/A lançou o DVD "Mangue Bit Ao Vivo" com o apoio dos fãs, que financiaram de maneira colaborativa o projeto por meio da plataforma Cartase.

Mais informações

Mundo Livre S/A em Fortaleza

Dia 22 de abril, às 22h, no Let's Go! Bar. Ingressos: R$30 Pista/ R$60 Camarote. Vendas em Clikks, Pranchão SurfShop, Kangaço Rock Street e www.ingressando.com.br

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.