Especial

O mix cultural

A capital está de volta ao circuito das convenções de arte corporal e, nesse fim de semana, público amante dessa técnica pode se reunir e conferir o trabalho de mais de 150 profissionais na "Fortaleza Tattoo Expo"

As irmãs tatuadoras Mari Kuroyama e Isa Montenegro estarão em um stand no evento. O "Fortaleza Tattoo Expo" terá ainda o músico BNegão discotecando com o projeto "BNegão Bota Som" ( Foto: Lucas de Menezes )
00:00 · 04.05.2018

Agregando tatuagem, arte, música e cultura o "Fortaleza Tattoo Expo" traz em sua primeira edição uma programação recheada e diversificada para os amantes de desenhos corporais. Durante três dias o público poderá conferir mais de 150 expositores apresentando diversos nichos da área desde a produção dos materiais até o tatuador.

O evento, que já havia acontecido entre os anos de 2003 e 2005 como "Fortattoos", retorna e coloca Fortaleza de volta ao circuito de convenções da arte corporal. "Fortaleza Tattoo Expo" pretende ser um grande local de intercâmbio de informações entre profissionais e o público no geral com pessoas do Brasil todo.

"Ele retorna num momento de grande fomento da tatuagem no Brasil e desse tipo de evento, ajudando na formação dos profissionais, na ampliação de seus conhecimento, a fomentar e a moralizar a arte corporal no nosso estado", explica um dos idealizadores do evento, Jr. Animal.

"Fortaleza estava fora há muito tempo desse circuito de convenções, mas o que eu acho mais importante é a convivência entre esses artistas, para o público conhecer quem está produzindo, quem está por trás de tudo isso", reitera a tatuadora Isa Montenegro que terá um stand no evento.

Programação

Além da programação do mercado de tatuagens e piercings, o evento traz a discotecagem do MC BNegão, com o "BNegão Bota Som". O projeto perpassa por vários ritmos, como o rap, funk, surf rock e até gafieira.

DJ Doido, DJ Assum, DJ Nego Célio e o Projeto Born To Chill, de Nayra Costa e Márcio Motor, também compõem as atrações musicais.

A convenção também apresenta o escultor Alex Oliver em ação produzindo uma imagem ao vivo. O cearense é conhecido mundialmente pelas suas esculturas de tamanho real e já trabalhou com a National Geographic, o Discovery Channel e a produtora de jogos Blizzard.

O público poderá conferir também apresentações de malabares de fogo, acroyoga, capoeira, dança tribal e live painting. Além de vários concursos com premiações para todas as idades, como o Miss Fortaleza Tattoo Expo, Concurso de Piercing, Desafio de Barbeiros e o Desfile Mini Catrina para as crianças.

"O público em geral tem procurado muito, a gente buscou formatar a programação para todas as idades de uma forma que envolvesse as crianças, a terceira idade e para que ele entre no calendário cultural do estado", afirma Animal.

Formações

Para além de ser um evento de exposição, várias formações serão ofertadas, tanto para os profissionais quanto para os visitantes. Hoje, terá um workshop educativo para perfuradores corporais, no sábado (5), terá o de "Técnicas em Aquarela", já no domingo (6) de "Copic Markers: uso e particularidades".

Para a tatuadora, iniciativas como essa são muito importantes para incrementar a prática da tatuagem e do desenho. Além de uma grande chance de aprender e ter contato com grandes nomes desse mercado.

"Trazer um evento como esse é muito interessante para desmistificar a ideia da tatuagem como tabu, que eu nem considero mais que seja, além de ser um grande intercâmbio de informação", argumenta Isa.

Mais informações

Fortaleza Tattoo Expo

Hoje (4), sábado (5) e domingo (6), de 12h às 22h, no Centro de Negócios do Sebrae Ceará (Av. Monsenhor Tabosa, 777, Praia de Iracema). Ingresso: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) (por dia); R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia) (pacote promocional para os três dias). (3253.1806)

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.