Teatro

Humor político

Fortaleza recebe a nova turnê do projeto Terça Insana, sucesso da comédia nacional. Em "Grace Gianoukas Recebe", a atriz satiriza os problemas sociais, políticos e econômicos do Brasil

00:00 · 21.04.2017 por Diego Benevides - Repórter
Image-0-Artigo-2230369-1
Nova turnê de "Terça Insana" com Grace Gianoukas acontece até domingo no Theatro Via Sul ( Foto: Gal Oppido )

Depois do sucesso estrondoso da personagem Teodora Abdala na novela "Haja Coração", a atriz Grace Gianoukas retorna ao palco do teatro com a nova turnê do projeto de humor Terça Insana, intitulado "Grace Gianoukas Recebe".

Em entrevista ao Zoeira, Grace conta que a turnê surgiu com a necessidade de discutir questões do Brasil que estão em evidência. Para ela, o humor inteligente, aquele que não ofende o público, tem a função de fazer a plateia refletir sobre assuntos que estão além dos palcos.

"A minha ideia para o nome é que ator está sempre recebendo coisas: pacotes, desaforos, prêmios, fracassos, críticas... Por isso esse nome, 'Grace Gianoukas Recebe'", explica a atriz.

Para isso, desde os primeiros minutos do espetáculo o público entra em uma simulação de uma viagem de avião onde personagens exóticos se encontram com o público em um diálogo franco e, acima de tudo, divertido.

"A ideia do espetáculo é: quando o público entra no teatro, imediatamente começa a brincadeira como se todos estivessem entrando num avião em que eu sou a aeromoça recebendo todos, indicando o local do assento e já reclamando da crise do País. Eu já vou brincando com o público e os passageiros desde a entrada", diz.

Show

A apresentação é dinâmica e foca na interação com o público. Grace explica que não é uma interação forçada ou constrangedora, que cada um pode reagir da forma que quiser. "A gente não pega ninguém pra Cristo, participa quem quiser", tranquiliza.

Além dela, o show também recebe, claro, convidados que interpretam personagens clássicos do projeto Terça Insana. Entre eles estão a assistente de palco Sheila, interpretada pelo ator Darwin Demarch. Também acontece quadro "infantil" da Lili, papel de Eraldo Fontiny, que tem de lidar com a ansiedade de uma passageira fumante inveterada, vivida por Rita Murai. Grace ainda recebe o Aedes aegypti e outros entrevistados especiais.

"Eu falo de uma tendência de moda que está bombando no mundo inteiro, que é o fundamentalismo. Vou dando dicas para pessoas que gostam de ser fundamentalistas, como se comportar, como ter uma opinião, e falo sobre essa crescente essa polarização do País", diz.

Abordagem

"Grace Gianoukas Recebe" é, portanto, um espetáculo que investe no humor refinado enquanto critica questões sociais, políticas e econômicas. "Esse é um espetáculo que traz uma grande mensagem que é o respeito e a diversidade, os pensamentos diferentes. Essa é a grande mensagem, onde a gente brinca, mas tem um objetivo. Essa viagem de avião pensa o País humanamente".

Para Grace, usar o humor como representação do que acontece no mundo real é preciso. "O humor, pra mim, sempre foi uma ferramenta para discutir assuntos delicados, com um pouco de lubrificante. A Terça Insana nunca se caracterizou por fazer coisa meia boca. Essa coisa sarcástica sempre esteve presente, como linha da Terça. É uma tentativa de levar reflexão além da comédia", conta.

O projeto Terça Insana foi idealizado, em 2001, por Grace, com o objetivo de se dedicar ao estudo da comédia brasileira, à formação e transformação de atores em autores de seus próprios personagens e textos, e ao fomento das produções originais de humor adulto contemporâneo, visando colaborar com a comediografia nacional.

"Não fazemos o humor do bullying, pensamos o País como sociedade, como comportamento contemporâneo. Existem catarses de gargalhadas. Mas eu acho que o grande mérito da Terça Insana foi ter conseguido levantas tantas questões sem ofender ninguém. E para isso eu preciso ter um pouco de conteúdo e vivência. E outra coisa: empatia", fala Grace.

Durante mais de 15 anos, o Terça Insana levou aos palcos cerca de 400 artistas, criou um repertório de 500 cenas com textos e personagens originais. Foram 380 espetáculos diferentes, 14 turnês nacionais 3.000 apresentações e um público de mais de 2,5 milhões de pessoas, podendo ser considerando um grande sucesso do humor teatral no Brasil.

O mérito vem justamente da inteligência na forma de fazer humor. "Tu ofender pessoas é um tiro no pé e não é engraçado, é um humor adolescente. A gente tem que amadurecer como sociedade. Eu sempre falo que 'o caráter de um homem se mede pelas coisas que ele acha engraçada', e eu concordo completamente (com essa frase). Nós, como seres, indivíduos, precisamos muito amadurecer, deixar de ser juvenil no conhecimento político, como cidadão, na nossa ética. Senão o país nunca vai crescer", finaliza.

Mais informações

Espetáculo Terça Insana - Grace Gianoukas Recebe

Sexta (21) e sábado (22), às 21h, e domingo (23), às 19h, no Theatro Via Sul Fortaleza (Av. Washington Soares, 4335, Sapiranga). Ingresso: R$80 (inteira) e R$40 (meia) na plateia inferior e R$60 (inteira) e R$30 (meia) na plateia superior. (99192.1963)

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.