Desenhos para crianças de hoje - Zoeira - Diário do Nordeste

Televisão

Desenhos para crianças de hoje

26.06.2007

Divulgação
As animações que seus filhos assistem na TV, definitivamente, não são mais as mesmas. A família perfeita, as atitudes corretinhas, a lição de moral muito óbvia ao final não são mais tão comuns. ´Ainda bem´, dizem os pequenos e repetem os especialistas

Em ´Os padrinhos mágicos´, desenho animado de tanto sucesso que está em cartaz na TV Globinho e nos canais a cabo Nickelodeon, Jetix e Disney Chanel, o garoto de 10 anos chamado Timmy quer chamar a atenção dos pais, mas também gostaria de se ver livre das ordens dos mais velhos.

E ele não está sozinho. ´A turma do bairro´ (SBT e Cartoon Network), por exemplo, é sobre crianças de 10 anos que querem se livrar das regras impostas pelos pais.

´As crianças gostam de se ver retratadas nos desenhos. E ainda querem ver seus pais, com seus defeitos e qualidades. Isso não quer dizer que não os respeitem, mas sim que sabem que os pais são humanos´, explica a psicanalista Diana Corso, autora do livro ´Fadas no divã: psicanálise nas histórias infantis´.

Os resultados de uma pesquisa feita pela educadora Adriana Hoffmann Fernandes, doutoranda em Educação, que em sua dissertação de mestrado estudou a relação entre crianças e desenhos animados, dão pistas sobre o que pensam os mais novos.

Histórias realistas

´As crianças que participaram da pesquisa, alunos do 4º ano, apontaram que um desenho bom deveria mostrar situações como as que acontecem em suas vidas e ter mudanças de papel entre bom e mau, já que nenhum personagem é pura bondade ou pura maldade, como na vida´, diz Adriana.

Adriana e Diana concordam em mais um ponto: os pais precisam conhecer, e bem, os desenhos animados preferidos de seus filhos.

´Os pais devem acompanhar o filho e procurar entender as histórias. Eles perceberão que um determinado programa que proibiriam traz questões interessantes. A própria criança pode fazer novas escolhas à medida que tem a oportunidade de dialogar sobre o que viu com os adultos´, diz Adriana Hoffman.

Violência

Desenhos e programas considerados violentos pelos pais geralmente são os primeiros a caírem em suas listas de proibições. Mário Corso, psicanalista e co-autor do livro ´Fadas no divã´, explica que o antigo paradigma de que a violência poderia ser apreendida através dosprogramas da televisão está em constante processo de declínio.

´A imensa maioria das crianças sabe diferenciar o que é realidade e o que é ficção. Uma criança é ou pode se tornar agressiva pela vida real, pela realidade em que está inserida. Somente alguém com problemas sérios, um psicótico, pode ter atitudes violentas por causa de uma ficção violenta´, defende.

Suavização

O psicanalista acredita, no entanto, que muito da agressividade de personagens queridos pelo público infantil foi suavizada. ´Pica-Pau e Tom e Jerry, por exemplo. Esses eram desenhos extremamente agressivos e acredito que mudaram um pouco suas atitudes há alguns anos´, afirma.

Na lista dos desenhos considerados violentos pela maioria dos adultos, cabe, é claro, os temidos desenhos japoneses. Sobre isso, Adriana Hoffman Fernandes afirma que, ao conversar com as crianças, descobriu uma outra face desse tipo de animação.

´As crianças relatam toda uma saga relacionada a esse tipo de desenho e implicitamente falam de valores como amizade, amor e solidariedade. Os adultos só percebem isso depois de acompanhar alguns episódios, tendo uma compreensão maior do contexto da história´, diz.

Os mais populares

Hoje, em cartaz na TV brasileira, somando os canais abertos e fechados, há mais de 100 desenhos, a grande maioria desconhecida dos adultos. Aqui reunimos as sinopses dos 13 desenhos mais populares em diversos canais, apontados pelos próprios responsáveis pelas programações. Algo que o seu filho já deve estar careca de saber. Mas que você, provavelmente, não faz nem idéia.

Josy Fischberg
Agência Globo

Quarteto fantástico

Entrará em cartaz no Cartoon Network no dia 29. O quarteto de heróis protagonistas do desenho animado ganhou seus poderes por causa da radiação com a qual tiveram contato durante uma viagem de exploração espacial. Senhor Fantástico, Mulher Invisível, Tocha Humana e O Coisa enfrentam as forças do mal, comandadas pelo Dr. Destino. A animação é baseada no filme de sucesso, que por sua vez se baseia nos quadrinhos.

As meninas superpoderosas

Em cartaz no SBT e no Cartoon Network. Três menininhas - Florzinha, Lindinha e Docinho - têm como objetivo salvar o mundo e a cidade de Townsville de criminosos e criaturas perigosas. Elas ganham a vida graças a uma experiência realizada pelo Professor Utônio, que acidentalmente mistura na sua fórmula o componente X e cria três meninas com superpoderes, de quem ele passa a cuidar como filhas.

Pica-pau

Em cartaz na Record (´Turma do Pica-Pau´) e no Cartoon Network (´O novo Pica-Pau´). Criado na década de 40 por Walter Lantz, o personagem ainda cativa o público infantil. Tanto que é o desenho mais visto na Rede Record atualmente, alcançando até a vice-liderança de audiência entre os canais, quando é exibido. Pica-Pau é aquele bicho da risada inconfundível, que, nos desenhos, pode incomodar as pessoas e fazer graça.

Clifford

Em cartaz na TVE e no Discovery Kids. Baseada nos livros infantis de Norman Bridwell, a série para crianças pequenas, de 4 a 7 anos, conta as aventuras de um cachorro que nasceu pequeno, mas, graças ao amor de sua dona, se tornou um cão gigante, obrigando a família a morar em uma ilha. Clifford vive suas aventuras ao lado dos amigos Cleo e Bisteca e de sua dona, Emily Elizabeth Howard.

Os padrinhos mágicos

Em cartaz na TV Globo, no Jetix, na Nickelodeon e no Disney Channel. Timmy Turner tem 10 anos e os adultos estão sempre tentando dominar sua vida. Vicky, sua babá, é um verdadeiro pesadelo. A ajuda vem de Cosmo e Wanda, padrinhos mágicos do menino. Ele faz pedidos e os padrinhos se encarregam de realizá-los. Só que Cosmo e Wanda são atrapalhados e suas mágicas podem criar grandes confusões.

Yin yang yo

Em cartaz no Jetix. Yin e Yang são coelhos que tentam salvar o mundo das forças do mal ameaçadoras. Parecem bichinhos indefesos à primeira vista, mas só à primeira vista. Como irmãos, claro, brigam. Mas são desentendimentos divertidos. Eles utilizam a magia e o woo foo para enfrentar inimigos. Quem ensina toda esta sabedoria para eles é um velho urso panda muito mal humorado e arrogante, o mestre Yo.

Os donos do controle remoto

No final de 2006, o canal Nickelodeon e o Instituto Multifocus desenvolveram uma pesquisa com crianças e adolescentes de 4 a 15 anos sobre hábitos de audiência.

Os telespectadores mirins, em sua maioria, disseram ser eles mesmos os ´donos´ do controle remoto. As crianças e jovens ainda afirmaram que assistem à televisão geralmente com seus irmãos e vêem TV por mais de três horas por dia.

O gênero aventura foi considerado ´legal´ por 94% dos entrevistados. Em seguida, programas com pegadinhas tiveram 88% de aprovação. De acordo com a pesquisa, as mães costumam proibir desenhos de luta, embora este não tenha sido o gênero apontado pelas crianças como querido: 54% o consideram ´chato´.


Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999