coluna

Puxa o Fole: Carreira em lindos momentos

00:00 · 12.08.2017
A forrozeira paulista ganhou destaque no forró ainda nas primeiras formações da banda Noda de Caju ( Foto: Thiago Gadelha )
Com novo público, a cantora agrada e anima a noite das casas de shows em Fortaleza. O repertório "das antigas" ainda é forte e tem letras românticas que seguem a atualidade
Eu quero te namorar, vem ser feliz comigo. Eu tenho tanto amor pra te dar". Por meio da letra da composição "Meu Vício", a cantora Iara Pamella ganhou o País quando cantava na Banda Noda de Caju, nas décadas de 1980 e 1990.

Natural de São Paulo, a forrozeira chegou a morar em vários municípios cearenses. Há um ano e sete meses, a vocalista reside em Fortaleza e diz não sair mais daqui pela oportunidade que a música gerou. Em carreira solo, Iara faz apresentações todo fim de semana nas principais casas noturnas da Capital cearense.

Trajetória: Cantora fala sobre relação com Fortaleza e os novos projeto da carreira

 

Em 2010, após ouvir dos donos da última banda na qual trabalhou que o "público da Noda agora é outro", Iara ergueu a cabeça e buscou atingir novos espaços. Chegou a realizar apresentações no Maranhão, mas acabou retornando ao Ceará, onde ficou na cidade de Juazeiro do Norte. Anos depois, ingressou no projeto musical "Forró como antigamente", ao lado das cantoras Daniele Campelo e Luciene Melo. "Me deu uma louca. De lá pra cá nunca mais deixo Fortaleza. Eu pretendo ficar muito tempo. Me sinto uma cearense", diz Iara.

Atualmente, a agenda da vocalista é voltada aos fins de semana das principais baladas de Fortaleza. Neste mês de agosto, ela prepara uma nova turnê intitulada "Lindos Momentos". "Vamos levar um show todo novo, com bailarinos. Eles dão uma vida ao palco. O nosso roteiro começa por cidades do interior de Pernambuco", adianta.

Saudade

Sobre lembranças dos tempos áureos do forró, Iara diz sentir falta da participação de dançarinos nos palcos de grandes nomes da música atual. "O pessoal hoje procura investir em iluminação. Aí tira aquele brilho que são os bailarinos. Eu sinto falta. Também creio que eles não dividem atenções. Cada um tem seu espaço para brilhar. Me sinto até melhor com eles perto", revela Iara.

Para a forrozeira, a terra do sol traz ainda lembranças que vão além da fama e do dinheiro. "Quando estourou o primeiro sucesso da Banda, a canção 'Meu Vício' foi uma febre durante cinco anos. Moramos cinco anos em Fortaleza. Aqui as pessoas me seguem nas redes sociais. Tenho muitos fãs-clubes. Conversamos por WhatsApp. O amor é recíproco".

Com morada no bairro Parangaba, Iara conta ter uma boa relação com a vizinhança e sem grandes assédios por parte dos mais próximos. "Sou muito caseira. Prefiro ficar em casa, pois já vivo uma vida agitada no fim de semana. Quando se trata de dias em casa, é muito difícil alguém me ver", comenta.

Desunião

Iara conta ter passado momentos de glórias e de lamentações na música. "O que mais me deixou triste no forró sobre os vocalistas, os que são frente de bandas, é que não existia a valorização que mereciam. Então, hoje, temos muitos cantores buscando a carreira solo. Agora, podemos ficar mais a vontade. Podemos fazer um trabalho ouvindo os fãs e tentamos alinhar isso", declara.

Segundo a paulista, havia a desvalorização com muitos músicos que deram nomes às bandas no inicio dos anos 1990. Das alegrias, a vocalista diz que o momento mais feliz foi o retorno e a morada em Fortaleza.

"O que me deixou mais feliz foi eu ter vindo para cá e saber que iria dar certo. Depois de Deus, precisamos acreditar em nós mesmos. Pode ter certeza que acontece".

Composições

Das novas letras entoadas por nomes como Wesley Safadão e Aviões do Forró, a cantora declara que prefere não avaliar o assunto. "Eu prefiro nem falar se gosto ou não. Cada um grava o estilo que gosta. Eu sou do forró romântico que leve amor e carinho. O que eu produzi ao longo da minha carreira. Eu respeito todos os compositores e novos artistas no mercado musical, que estão com esse novo estilo que levam assuntos de traição e bebida".

s8

Ela ainda diz que mesmo tendo o gênero sertanejo no repertório, a pedido dos fãs, fica dividida sobre a introdução das músicas nas playlist. "Eu não aprovo muito. Gosto. Eu até canto, mas o meu forte é o forró. Acaba que mistura muito. Você não tem nem como raciocinar", avalia.

Da atualidade, Iara diz ter um carinho especial pela cantora Solange Almeida, além de ter suas músicas no celular e no computador. "Eu escuto a Solange Almeida. Ela passa uma simplicidade e humildade de poucos".

Sobre o chamado "forró das antigas", ela conta que escuta Eliane, intitulada rainha do forró, e também a banda Cavalo de Pau.

Mercado

A música é para muitos algo a ser alcançado. Na avaliação de Iara, o mercado cearense musical tem espaço para todo mundo. Questionada sobre se indicaria um jovem cantor ou cantora a seguir carreira, a vocalista afirma que apoiaria. "Se você tem perseverança e força de vontade, você consegue. Hoje, conseguimos ser o que queremos. Basta acreditar".

Ela acredita que as redes sociais deram um novo fôlego para o trabalho de novos artistas e também serve para guardar a memória do forró.

Perfil

Iara Maria da Silva

Nome artístico: Iara Pamella

Nascimento: 02/03/1975

Bandas: Banda Laser, Banda Bagagio, Banda Trovadores, Conexão Musical, Noda de Caju, Adrenalina, Sabor de Mulher, Banda Tropical, Banda Megabyte, entre outros grupos

Música favorita: Meu vício

Susto e boato

s6

Uma quadrilha foi presa na área externa de um show com participação do cantor Wesley Safadão na cidade Manhuaçu, em Minas Gerais (MG), na noite de quarta-feira (9). O cantor não estava nas dependências do espaço de eventos durante ação da Polícia mineira. Algumas notícias circularam em redes sociais falando sobre um suposto sequestro do vocalista, mas a assessoria do cantor e do evento negou o crime.

Mais um show 'gringo' no Villa

Após reunir nomes internacionais em Goiânia, o VillaMix divulgou o grupo Fifth Harmony como atração do evento em São Paulo, no próximo dia 7 de outubro. Há anos o evento não é exclusivo do sertanejo. Axé, forró e eletrônica fazem parte de diversas edições do projeto.

Wanessa e Sol serão juradas

Wanessa Camargo e Solange Almeida serão convidadas do programa PopStar (Globo) deste domingo. Juntas com mais oito artistas, elas formarão a banca de especialistas e serão responsáveis por avaliar o desempenho das apresentações no concurso.

BR-116 é tema de nova música

Vicente Nery gravou nova canção de trabalho. A música, composição do artista, é intitulada "BR-116". "Fiz pensando nos colegas de profissão, viajantes, motoristas de ônibus, de caminhão e em todas as pessoas que passam mais tempo nas estradas da BR-116 do que na própria casa", diz.

s7

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.