coluna

Lígia Nottingham: Moda prática e funcional

Lígia Nottingham

ligia@ligian.com.br

00:00 · 17.05.2018
Danielle Ferraz indica autoconhecimento como peça-chave para um estilo convidativo

Como usar a moda a seu favor de forma prática e real? A jornalista e consultora Danielle Ferraz dá dicas em entrevista exclusiva

"Acredito que as blogueiras ajudaram muito no começo . Houve identificação, pois eram mulheres reais compartilhando seus looks e ideias... Mas, de uns anos para cá, muitas perderam a essência do que as alçou ao estrelato virtual. Ganharam visuais de modelos e os looks se tornaram aspiracionais em publicidades disfarçadas"

Quer saber que roupa usar para uma festa? Como fazer maquiagem esfumada? Qual é a tendência do momento?

Todas essas perguntas podem ser respondidas por meio de uma rápida pesquisa no Google, em que centenas de canais do Youtube e perfis de Instagram aparecerão com a antiga promessa de resolver todos os seus problemas fashionistas, mas na realidade, nem tudo é tão simples quanto parece.

Inspirações de looks com roupas inacessíveis, além de tutorias de maquiagem que demandam tempo e dinheiro muitas vezes apenas distanciam o sonho da realidade.

É com o intuito de aproximar a moda e ao estilo da vida comum que Danielle Ferraz e Penha Moraes lançaram o livro "Moda sob medida: Guia prático de moda para a vida real", um manual para ser deixado na cabeceira para lembrar que as compras e o estilo precisam sempre estar alinhados. Em entrevista exclusiva para o Zoeira, a autora Danielle Ferraz adianta algumas dicas.

O que podemos encontrar no livro "Moda sob medida: Guia prático de moda para a vida real" que não conseguiríamos encontrar hoje na internet?

Informações práticas que fazem sentido na vida real, ou seja, de mulheres que se desdobram entre trabalho, casa, seus mil e um afazeres e ainda assim amam moda e querem estar elegante. A quantidade de informações na internet hoje é gigantesca, até mais do que podemos absorver mas, ainda assim, há mais espaço para passarela, tendências ou um aspiracional irreal do que para informações que vão ajudar na prática essa mulher real em seu dia a dia. Sentia uma lacuna muito grande aí e, no meu trabalho, que vai da classe AA a C/D, e eu via que as dúvidas e anseios eram os mesmos. Somos todas mulheres que queremos equilibrar suas carreiras, filhos, marido, casa, e, sim, ficarmos bonitas dentro de nossas realidades.

Moda sob medida

Qual é o principal segredo ou a base para se vestir bem nos dias de hoje?

O primeiro passo é o autoconhecimento. Precisamos vestir quem de fato somos, por dentro e por fora. Trabalho com um método de consultoria de moda que fui desenvolvendo ao longo dos anos que batizei de "Teoria Holística". Porque de fato só ficamos confortáveis com nossas escolhas quando elas vestem nossa personalidade e valorizam nosso biotipo. Quando compramos uma roupa que não combina com quem somos por dentro, quando ela destoa da nossa personalidade, nos sentimos tão desconfortáveis quanto quando usamos sapatos apertados. Não somos nós. E o mesmo acontece quando a roupa não valoriza nosso tipo físico. Como poetizou Drummond "as roupas são como uma carta aberta sobre nós para ser lida até por analfabetos". A principal base para nos vestirmos bem hoje é nos conhecermos para fazermos as melhores escolhas e passarmos mensagens conscientes sobre nós.

Logo no inicio do livro você comenta que já viu muitas mulheres em "camisas de força", que seriam cópias visuais do estilo de blogueiras. Com o mundo de olho nas digitais influencers o quanto elas ajudam e o quantoatrapalham na definição do estilo das seguidoras?

Acredito que as blogueiras ajudaram muito no começo, houve identificação pois eram mulheres reais compartilhando seus looks e ideias. Elas ajudaram a dar visibilidade para marcas e tiveram seu papel na indústria da moda. Mas, de uns anos para cá, muitas perderam a essência do que as alçou ao estrelato virtual. Ganharam visuais de modelos e os looks se tornaram aspiracionais em publicidades disfarçadas de vida real. Por isso, o autoconhecimento é tão importante. Se tenho ciência de quem eu sou, da minha personalidade e do meu corpo, a influência chega até um ponto. Sei que nem tudo combina comigo e nem preciso ter tudo. As mulheres se tornam mais seletivas e menos influenciáveis.

Moda: amiga ou vilã? Como usá-la ao nosso favor?

Moda é, acima de tudo, comportamento. Reflete uma época, o coletivo, e quem somos por meio de nossas escolhas. Se nos tornamos vítima da moda, aí sim ela se torna vilã. Podemos usar a moda a nosso favor trazendo para o nosso guarda-roupa só o que combina com a gente e não tudo o que é tendência ou proposta.

Estilo é mais importante que moda. Mas como aperfeiçoa-lo?

Estilo é quando pinçamos da moda aquilo que nos reflete. Moda é coletivo. Estilo é expressão pessoal. A melhor maneira de o aperfeiçoarmos é olhar para dentro, ver quem somos, nossa personalidade, nosso biotipo e também olharmos para fora muito além das vitrines. Apurar o olhar, observar das belas paisagens à arte, apurar o nosso gosto e veste a alma.

Na palestra promovida pelo Senac, que você participou no Dragão Pensando Moda, durante o DFB Festival, você afirmou: "Não é dinheiro que faz a gente bem vestido e sim o conhecimento". É possível explicar melhor essa regra de ouro?

Dinheiro não compra elegância, compra grife, o que é diferente. Não adianta todo dinheiro do mundo se não vou usá-lo para fazer boas escolhas, boas compras. Com conhecimento de quem eu sou, do que combina com minha personalidade, o que valoriza meu biotipo, estarei mais elegante e vou fazer escolhas melhores ainda que tenha menos dinheiro. Não faz sentido para você?

Instamei!

Posts bacanas e perfis para seguir. Aqui só tem o melhor do que acontece no Instagram das marcas e personalidades que fazem o mundo mais interessante. (Fotos: Instagram/reprodução)

@forever21

Image-0-Artigo-2400848-1

A loja de departamento americana que tem estilo teen e precinhos que cabem no bolso de muitas garotas, acabou de desembarcar em Fortaleza no shopping Iguatemi. E a gente fica como? Só felicidade! Quem ainda não foi, vale à pena conhecer!

@larissesales

Image-1-Artigo-2400848-1

Larisse Sales está de volta após um período sabático materno. A designer ficou famosa por criar espadrilhes e sandálias com aplicação de pedrarias que se tornaram objeto de desejo nacional, e pararam inclusive, nos pés da blogger Thassia Naves. Nossos olhos brilham...

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.