Coluna

Entre Nerds & Otakus: o foco não é mais você!

Entre Nerds & Otakus

FLÁVIA GURGEL - flaviapgurgel@gmail.com

00:00 · 26.05.2018

A resposta é tão óbvia que tá ali no título pra quem quiser ver. Os novos ThunderCats, assim como outros remakes de séries animadas, não tem como foco nós, os "altinhos".

Muitos se consideram fãs "originais" dessas séries. Cresceram utilizando frases de efeito, curtindo o estilo de animação e as histórias "mais aprofundadas" mostradas, mas isso não dá nenhum poder de controlarem o que acontece com os obras que são objeto de admiração.

Fato é que os tempos mudam, e é necessário entender que muitos desenhos animados são "fruto de seu tempo", ou seja, ao serem reassistidos, é perceptível que eles não funcionam mais nos dias atuais.

Eu, por exemplo, sou fã de Cavaleiros do Zodíaco e acompanho, sempre que possível, desde criança. Porém, há algum tempo resolvi reassistir os episódios iniciais do desenho e não consegui. O estilo de animação, apesar de fazer parte do meu ideário infantil, não apetece mais como antigamente, a repetição das falas, muito comum nas lutas da série, transformaram os episódios em algo monótono.

Atualmente, o ritmo das produções audiovisuais é outro, muito mais ágil, o humor mudou e a parte visual também. Sempre haverá quem reclame das mudanças, mas é importante que essas pessoas percebam que a obra original sempre estará lá para ser revisitada e que essas novas versões foram feitas para agradar a essa galera mais jovem.

Nova geração

Há um ponto positivo muito importante em remakes que devemos levar em consideração. Façamos um exercício criativo, imaginemos que uma criança comece a assistir o novo ThunderCats e vire fã da série, o que ela fará quando a temporada terminar e os episódios começarem a se repetir incessantemente?

Oras, eu não sei vocês, mas se eu fosse essa criança, ficaria curiosa em saber mais sobre a obra e, ao descobrir que ela é derivada de outras, iria procurar essas séries antigas para conhecer e assistir.

Entendo que para os mais velhos é difícil entender que graça há em uma animação de traços e piadas "bobas", mas o mais importante é que elas funcionem e agreguem valor para o público-alvo do desenho, a nova geração. E mais, que tragam essa nova geração para o nosso lado da força.

Não é novidade

Remakes de desenhos antigos não são algo novo, mas, de alguma forma, esse parece ter ferido fundo o coração de muitos fãs.

Parando para pensar sobre o assunto, fico imaginando quantos também não torceram o nariz para Os Jovens Titãs em Ação e até Liga da Justiça, pois tiveram predecessores com um visual mais rebuscado e enredos mais adultos. Ainda assim, os resultados finais foram muito bons e não tiraram o foco do mais importante: a permanência das histórias, dos personagens, enfim, da obra.

Fique por dentro

ThunderCats Roar

A animação estreia em 2019 no Cartoon Network com personagens reformulados, histórias mais dinâmicas, mas fieis à série original. A produção é de Victor Courtright (Picles e Amendoim) e Marly Halpern-Graser (Right Now Kapow), com Sam Register (Os Jovens Titãs em Ação) como produtor executivo. Assista ao trailer em http://bit.Ly/TRoar

1

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.