coluna

Ana Miranda: Dicionário de ideias semelhantes

Image-0-Artigo-2325325-1

Ana Miranda: Dicionário de ideias semelhantes

00:00 · 18.11.2017

Ontem eu queria uma palavra para... Para... Algo como... A ideia era falar de prosperidade, mas não exatamente... Fartura, talvez, não, nem riqueza, nem sucesso... E fui ao "Chico". Ah! Opulência!

Sabe quando você está escrevendo e a palavra não vem? Ou vem uma palavra, mas não é exatamente a que você quer, não é a mais adequada, apenas dá uma ideia do que você quer dizer... Existe um dicionário para esses momentos.

Dicionário de ideias semelhantes. Os escritores, muitos deles, não conseguem viver sem este dicionário. Chama-se dicionário analógico, pois em vez de dar o significado da palavra, faz analogias. Não apenas sinônimos, mas reúne uma série de palavras com alguma semelhança. Um exemplo:

Amizade. Aderência, afeições do coração, fraternidade, fraternização, irmandade, confraternidade, consonância, harmonia, concórdia, paz, sodalício, contubérnio, comunhão espiritual, aliança;

Cordialidade, camaradagem, companheirismo, compadrio, compaternidade, coleguismo, aproximação, confraternização, convívio, convivência, dedicação, relações íntimas, caso de xifopagia, entranha, intimidade, relações, união, irmanação, liga, ligação, ligamento, laços de amizade, seio;

Estreitamento de relações, vinculação, comunicação, trato, acesso, intercurso, confiança, simpatia, afeto, afeição, inclinação, estima, apreço, cotação, consideração, amor, lealdade, fidelidade, respeito, identidade, igualdade de sentimentos;

Conhecimento, privança, cabida, apresentação, amizade de barca, de pouca duração, encontro, aproximação, aceitação, afinidade, empatia, identificação, construção de um afeto, de uma convivência.

Até aqui, só os substantivos. Ainda há, no mesmo verbete, os verbos - serem a corda e o caldeirão, a corda e a caçamba, ter amizade a, ter relações com... - e os adjetivos - amigo, caroável, amigável, amistoso, fraterno, fraternal, amorável, íntimo, familiar, confidente, valido... Que frondosa árvore de classificações!

Já tive diversos dicionários analógicos, mas o atual eu chamo de "Chico", por dois motivos. O autor é Francisco Ferreira dos Santos Azevedo. E a apresentação é do Chico Buarque. Chama-se "Dicionário analógico da língua portuguesa, ideias afins / thesaurus".

O Chico Buarque conta que o pai, antes de morrer, lhe deu esse dicionário: "Isto pode te servir", disse. Passava-lhe um bastão, e Chico usou o dicionário no acabamento de letras de canções e romances. Ou para o prazer de folhear à toa. Chico amava esse dicionário. Chegou a comprar todos os que encontrava nos sebos, enciumado, numa tentativa de monopolizar o recurso.

"A horas mortas, eu corria os olhos pela minha prateleira repleta de livros gêmeos, escolhia um a esmo e o abria a bel-prazer. Então anotava num moleskine as palavras mais preciosas, a fim de esmerar o vocabulário com que eu embasbacaria as moças e esmagaria meus rivais".

Quando ele soube que ia sair uma reedição do dicionário analógico, sentiu-se traído, "como se invadissem minha propriedade, revirassem meus baús, espalhassem aos ventos meu tesouro. Trata-se para mim de uma terrível (funesta, nefasta, macabra, atroz, abominável, dilacerante, miseranda) notícia".

Nossa língua é tão rica, bela e complicada, que precisamos de dicionários como os analógicos, de gramáticas, de vocabulários ortográficos, precisamos de dicionários etimológicos, dicionários de dificuldades, dicionários para a nova ortografia, dicionários de dúvidas...

O amor aos dicionários, para o escritor Milorad Pávic, que se esmera na enumeração de palavras, "é um traço infantil no caráter de um homem adulto". Muitos escritores gostam de colecionar palavras. Como Guimarães Rosa, que chega a listar centenas de nomes de passarinhos, de árvores, de expressões sertanejas.

Dicionários são riqueza. Talvez coisa da moda antiga, hoje os jovens escritores são minimalistas em seus livros bem coloquiais. Machado, o velho machado de Assis, usa em sua obra dezesseis mil e quinhentas palavras diferentes. A que aparece mais vezes é "melancolia".

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.