Especial Publicitário

Mais que beleza

As mudanças de comportamento dos clientes também podem trazer boas oportunidades de negócios para os empreendedores. Não à toa, proliferam-se pela cidade as novas barbearias, de olho nas tendências da beleza masculina.

05:00 · 05.06.2018
Ruberval Arruda e João Meneleu
Ruberval Arruda e João Meneleu, proprietários da Seu José Barbearia: investimento.
Seu José Barbearia
Espaço reservado para corte e lounge para clientes: infraestrutura atrai frequentadores.

As mudanças de comportamento dos clientes também podem trazer boas oportunidades de negócios para os empreendedores. Até pouco tempo, o homem que queria cuidar da aparência simplesmente procurava um barbeiro para tirar a barba, e pronto. Atualmente, o serviço ficou muito mais especializado, devido ao aumento da exigência do público masculino. Termos como barbaterapia, pigmentação, penteado, hidratação e alisamento, que não faziam parte do vocabulário dos homens, são itens cada vez mais procurados. Não à toa, proliferam-se pela cidade as novas barbearias, de olho nas tendências da beleza masculina.

"Ao buscar entender a realidade do mercado mais ‘seguro’ para um investimento, percebemos a força do crescimento das barbearias dentro de um cenário econômico desfavorável e, ao mesmo tempo, ainda não absurdamente explorado na cidade. Fizemos cursos, buscamos profissionais capacitados, apostamos numa estrutura com espaço para lazer, e tem dado muito certo. Nossa proposta era reunir tudo que um homem gosta”, conta Ruberval Arruda, que administra a Seu José Barbearia, localizada na Parquelândia, junto com o sócio João Meneleu. “Nós queríamos unir o clássico ao moderno. Começando do nome da barbearia. Resolvemos investir em uma estrutura ampla, clean, com instalações elétricas aparentes. Criar um ambiente para reunir os amigos, ouvir música, tomar cerveja, jogar conversa fora e ainda cuidar do visual”, explica João.

Portanto, a principal dica para os empreendedores desse segmento é focar na diversidade de serviços. Afinal, a barbearia tem se tornado, acima de tudo, um espaço de convivência. No caso da Seu José Barbearia, outras formas de oferecer comodidade aos clientes são um aplicativo mobile para agendamentos de serviços e um programa de fidelização, que otimizam o tempo e evitam o uso de papel, cumprindo também com a responsabilidade ecológica.

SEGMENTO

O ramo das barbearias aproveita a onda positiva do crescimento do setor de beleza masculina. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento de saúde, beleza e bem-estar teve crescimento médio de 10% na última década, chegando a atingir um faturamento de R$ 100 bilhões, sendo que 30% do faturamento ao ano vêm do público masculino.

Outro dado relevante que reforça as oportunidades trazidas pelo setor são números revelados pela Euromonitor International, empresa de pesquisa que monitora o setor de beleza em 80 países. De acordo com o levantamento, o mercado brasileiro de cuidados pessoais para homens tende a seguir com um belo desempenho. Nos últimos cinco anos, o setor de beleza masculina dobrou e deve continuar crescendo 7,1% ao ano até 2019, quando deve se tornar o maior mercado do mundo na categoria, movimentando US$ 6,7 bilhões em vendas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.